quarta-feira, 3 de junho de 2009

MINHA CASA, MINHA VIDA

Convênio garante doação de equipamentos econômicos a beneficiários















As famílias de baixa renda contempladas pelo programa Minha Casa, Minha Vida na Bahia poderão consumir energia elétrica de forma eficiente. O convênio firmado ontem (02) entre a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), a Coelba (Companhia Elétrica do Estado da Bahia) e a Caixa Econômica Federal (CEF) garantirá a instalação de lâmpadas econômicas nas moradias e a doação de geladeiras de baixo consumo. Nas localidades onde houver demanda de chuveiros elétricos, serão implantados aquecedores solares d’água.

A assinatura do convênio de cooperação técnica, que terá a duração de 36 meses, contou com a presença do ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, da presidenta da CEF, Maria Fernanda Ramos Coelho, além dos presidentes do Grupo Neoenergia, Marcelo Corrêa, e da Coelba, Moisés Sales e do Secretário de Desenvolvimento Urbano da Bahia, Afonso Florence. A solenidade, em comemoração à Semana do Meio Ambiente, apresentou ações de sustentabilidade que contam com o financiamento e parceria da Caixa Econômica Federal.

O projeto integra o Energia Para Crescer, programa de Responsabilidade Social do Grupo Neoenergia, e contemplará também moradias populares financiadas pelo governo Federal em Pernambuco e no Rio Grande do Norte.

Pelo acordo, a Coelba se compromete em fornecer às moradias cinco lâmpadas fluorescentes compactas eficientes de 15W e 20W que serão instaladas na sala, quartos e cozinha. Em contrapartida, as instalações elétricas das unidades habitacionais são de responsabilidade da CEF.

As regras para doação das geladeiras são as já estabelecidas pelo Programa de Eficiência Energética da Coelba. São destinadas a clientes residenciais monofásicos moradores de bairros populares, que tenham consumo mensal acima de 80 kWh e possuam um refrigerador em condições precárias para ser substituído. Os aquecedores serão destinados aos municípios que possuem clima mais frio e sejam viáveis, conforme os parâmetros estabelecidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Todos os equipamentos têm Selo Procel/INMETRO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário